Inbound Marketing o que é?

O conceito de Inbound Marketing surgiu nos Estados Unidos e popularizou-se a partir de 2009 com o lançamento do livro “Inbound Marketing: seja encontrado usando o Google, a mídia social e os blogs” de Brian Halligan e Dharmesh Shah.

De lá pra cá explodiu de vez, e a cada dia mais empresas vem procurando pelo método.

O Inbound Marketing é uma estratégia composta por diversas ações online que visam atrair clientes/visitantes para um site, tornando-os consumidores efetivos dos seus produtos ou serviços.

No Inbound Marketing diferente do Outbound Marketing, o cliente é quem procura pela empresa, para então, a empresa oferecer seus produtos e serviços.

O Inbound Marketing, conta com diversos pontos positivos, e um deles é a segmentação.

Por ser formado por diversas ações que tem como objetivo atrair o interesse do público para a marca, produtos ou serviços, o público gerado é segmentado, o que facilita o trabalho de inserção deste público em um funil de conversão.

As etapas do Inbound Marketing

Também conhecido como funil de vendas, a metodologia do Inbound Marketing passa por 5 etapas, que são: atrair, converter, relacionar, vender e analisar.

O funil de vendas, entra em ação a partir do momento em que as pessoas entram em contato com a empresa. Vejamos:

Atrair

Em vez de gastar tempo e energia procurando por um cliente, o Inbound Marketing gasta tempo com algo que chame atenção e faça com que o cliente procure espontaneamente por seu serviço/produto.

Resultando em clientes que realmente se interessam e desejam consumir o produto. Existem diversas formas de causar essa atração, como por meio de:

Blogs: O uso de blogs como ferramenta de marketing, não é apenas publicar textos aleatórios, mas sim conteúdos de qualidade e com um bom planejamento para que cause um bom impacto, assim como um bom relacionamento para/com o consumidor.

Redes sociais: O Inbound Marketing utiliza-se das redes sociais como o Facebook, Twitter, Messenger, Linkedln, entre outros para potencializar o alcance das publicações e buscar engajamento com o público-alvo.

Considerando o fato de que, uma em cada três pessoas têm, pelo menos, uma rede social ativa, a mesma permite um compartilhamento mais fácil e efetivo do que outros canais pela quantidade de pessoas que atinge.

As redes sociais também são fontes ricas em informações. A partir delas, há a possibilidade de identificar o perfil de grande parte dos usuários e sua área de interesse.

SEO: Para que conquiste posições de destaque nas páginas de resposta de buscadores como o Google, o conteúdo produzido deve passar por um trabalho intensivo de SEO, buscando oferecer a melhor solução possível para o problema que motivou a pesquisa no mecanismo de busca.

O SEO é a utilização de padrões de desenvolvimento no website/blog transparente para os usuários, mas totalmente visível para os motores de busca dos mecanismos de busca como o Google.

Landing page: definida como a página de destino ou de entrada, é a página por onde o visitante chega, ou seja, é por meio dessa página, através de anúncios, banners ou links patrocinados que o usuário chega a sua empresa. Portanto, deve ser bem elaborado para que se inicie a etapa de conversão.

A partir do momento em que o cliente já adquiriu as informações essenciais da empresa, ele passa a ser um lead e avança para outra fase do funil de vendas: a conversão.

Converter

A etapa de conversão complementa a fase de atração. O termo converter no Inbound Marketing refere-se ao ato de passar informações para o cliente em troca de recompensas. É o momento de converter o lead em cliente real.

Relacionar

Nem sempre um cliente que entra em contato com sua empresa, por mais que esteja convencido com seu produto/serviço, estará apto para adquiri-lo. Porém, existem algumas estratégias que podem acelerar o processo de compra.

E-mail Marketing: apesar de não ser algo que está na rotina do Marketing Digital, o e-mail evoluiu muito nos últimos tempos e e-mails promocionais ou Newsletter bem elaborados, podem trazer bons resultados.
Automação de Marketing: é um relacionamento moderno por e-mail, que dá mais produtividade para a empresa.

Lead Nurturing: traduzido para o português, significa “nutrição de Leads”, os quais mantém um relacionamento construtivo a base de Leads que permita à empresa vender mais.

Vender

Depois de toda a etapa de conversão e relacionamento com o cliente, acontece o processo de vendas através do próprio Website ou por contato entre vendedor e o potencial cliente.

Nesta fase, o cliente analisa as oportunidades do negócio e adquire o seu produto ou serviço.

Analisar

Após a venda, chegamos a fase de analisar e avaliar os resultados e retorno dos investimentos.

Pelo Inbound Marketing, é possível monitorar cada ação que ocorre no contato com o público, o que acaba tornando o trabalho mais inteligente.

Apesar de ser uma metodologia nova, o Inbound Marketing já se mostrou eficaz no mercado de trabalho e já está presente em diversas empresas, onde aumenta a visibilidade do negócio, diminui o custo de aquisição dos clientes, atrai clientes em potencial, gera conteúdos que fazem a diferença e otimiza o processo de vendas.

Agora que você já conhece o Inbound Marketing, saiba que a Agência MUTECH WEB SOLUTIONS pode lhe ajudar a traçar suas estratégias e aumentar suas vendas.

Comentários